Calor extremo (44°…) faz provedor australiano desligar servidores

Não bastam as tempestades, nevascas e até os tubarões mordendo cabos submarinos: agora o acesso Internet das nossas casas pode sair do ar devido ao aquecimento acima da média – que, no caso de determinado provedor australiano, significa 44°C às 16h30, uma temperatura externamente que os datacenters brasileiros certamente não consideram anormal, embora eu não saiba precisar até que temperatura externa sustentada eles estão preparados para lidar.

No caso do provedor australiano iiNet, de Perth, essa temperatura é a 6ª mais alta já registrada, não era alcançada desde 1991, e sobrecarregou a capacidade de climatização, levando a desligamento por 6 horas e meia, com ativação de planos de contingência e usuários irritados – com razão, pois estamos em 2015 e prever climatização para temperaturas no limite superior da faixa história, e até um pouco acima, é o mínimo a esperar. (via tech.slashdot.org – “Extreme Heat Knocks Out Internet In Australia – Slashdot”)

Fonte: br-linux